Equipe Ex Machina

O Ex Machina é um grupo de extensão da Universidade Federal de Itajubá que desenvolve dispositivos, técnicas e processos para o aumento da performance humana. O objetivo principal é a melhoria da qualidade de vida de pessoas com algum tipo de deficiência física, tentando devolver a elas algumas das funções básicas do corpo humano com a elaboração de dispositivos, técnicas e processos para reinserção na sociedade, buscando sempre inovar, trazendo tecnologias que melhor se adaptam às pessoas, especializando-se na confecção de próteses de membros superiores a partir de impressão em modelo 3D. Atualmente contamos com 26 integrantes de diferentes cursos da UNIFEI divididos em 5 áreas (mecânica, eletrônica, programação, gestão e marketing) e coordenados pelo Prof. Dr. Otávio De Souza Martins Gomes.

O Ex Machina, além do desenvolvimento de prótese em impressão 3D, trabalha com ações sociais na região de Itajubá, desenvolvendo trabalhos em organizações como o CAIDI (Centro de Apoio e Integração do Deficiente de Itajubá) e a APAE (Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais), indo desde visitas até a projetos feitos de forma conjunta.

Iniciado em 2014, o Ex Machina é pioneiro no ramo de tecnologia assistiva no meio acadêmico e quer ir além da busca pela competição, quer desenvolver ainda mais as pesquisas na área de engenharia de reabilitação e assistiva. Ir além do puro conhecimento, queremos ajudar as pessoas. Unindo a dedicação ao melhor do homem e o melhor da máquina, ou simplesmente, Ex Machina.

Integrantes da Equipe Ex Machina
Teclado adaptado para a Apae pela equipe Ex Machina
Face shield produzidos e doados pela equipe Ex Machina para o combate ao covid-19